gestao-do-condominio

Gestão em condomínio – 6 dicas para você colocar em prática

Os condomínios são modelos de moradia no qual cada um possui sua unidade privativa de moradia, podendo ser casa ou apartamento. Porém, as áreas comuns são compartilhadas, ou seja, todos acabam convivendo de uma forma ou de outra. É necessário que o responsável pela gestão do condomínio fique sempre atento as regulamentações e condutas, além de sempre estar em busca de soluções eficientes e econômicas para o bem-estar e segurança de todos e para que a gestão do condomínio seja eficaz.

O síndico ou profissional responsável pela gestão do condomínio precisa ter atenção a muitas coisas ao mesmo tempo para manter o bom funcionamento do condomínio. Também é essencial que tenha organização, planejamento e transparência. Veja!

6 dicas para aumentar a eficiência na gestão do condomínio

Confira a seguir cinco dicas para ajudar você, síndico, na hora de realizar a gestão do condomínio de maneira mais eficiente:

Crie um planejamento

Para que a gestão do condomínio seja eficiente, é necessário encarar o condomínio como uma empresa, porém a diferença é que o objetivo aqui não é o lucro e sim o bem-estar dos condôminos. Partindo dessa ideia, o planejamento é algo essencial para que os objetivos sejam atingidos e a gestão do condomínio seja feita corretamente.

Para estabelecer um bom planejamento para a gestão do condomínio, é necessário conhecer todas as despesas mensais, as manutenções devem acontecer periodicamente e as melhorias sempre devem ser realizadas a longo prazo.

Lembrando que o planejamento deverá ser aprovado previamente pelos condôminos, sempre respeitando as assembleias e o regulamento do condomínio. Com esse planejamento, é possível manter a gestão do condomínio com serviços mais eficiente, além também de prever melhoras futuras.

Gestão Financeira

A gestão financeira é um dos maiores problemas na gestão do condomínio. É preciso manter sempre o controle sobre os gastos e arrecadações, possuir toda a documentação comprobatória organizada e também fazer uma reserva para gastos emergenciais ou reformas.

Os dados financeiros sempre devem ser exatos, pois os condôminos podem e devem acompanhar sempre de perto o que está acontecendo. Por esse motivo, mantenha o arquivo de todas as notas fiscais e recibos e também um balancete detalhado.

Lembre-se de que a gestão financeira é a mais importante para o sucesso de uma administração. É essencial ter listado todos os custos fixos do condomínio, como as contas de água e luz, pagamento de funcionários, impostos e fornecedores e também destinar parte dos recebimentos para um caixa de emergência.

Relacionamento com os condôminos

É essencial saber se relacionar com os condôminos de forma amigável, porém firme no período de gestão do condomínio. Sempre haverá divergências e problemas e nem todos ficam satisfeitos com as decisões tomadas pelo síndico. A dica é não levar essa insatisfação para o lado pessoal.

Tenha firmeza em suas decisões e sempre explique os benefícios que serão trazidos com a tomada dessas decisões. Faça com que os moradores se engajem nos projetos do condomínio.

Quando alguém assume o cargo de síndico para a gestão do condomínio, é necessário manter a imparcialidade, ou seja, as penalidades deverão ser aplicadas da mesma forma para todos os moradores, independentemente do grau de afinidade ou parentesco.

Liderar equipe de trabalho

Independentemente da forma de contratação da equipe zeladora, limpeza e segurança do condomínio, é fundamental saber delegar funções, escutar e motivar os funcionários a desenvolverem um bom trabalho.

Para que a liderança dessa equipe de trabalho seja eficaz, é necessário desenvolver uma boa comunicação, sempre ouvindo as dicas, críticas e sugestões para melhoria do desempenho geral. Além disso, o síndico também deve se preocupar com sua equipe e demonstrar que se importa.

Para uma boa gestão é necessário ter uma boa equipe de trabalho ao seu lado, pois essa equipe será responsável pelo andamento e a qualidade dos serviços do condomínio.

Assessoria jurídica

O síndico deverá conhecer a legislação do condomínio, a interna e as leis que o regulam externamente, como as municipais e estaduais, mas não deve-se exigir um conhecimento muito aprofundado, pois essa não é a função do síndico.

Para que as decisões da administração e gestão do condomínio sejam amparadas pela lei, você pode contratar uma assessoria jurídica.

Terceirização de serviços

Na hora da contratação de funcionários, é interessante contar com uma empresa especializada em terceirização desses serviços. A empresa terceirizada fará todo o processo seletivo, verificando assim a idoneidade e referências dos contratados. Além disso, as empresas também fornecem uma equipe treinada e preparada para atender às demandas do condomínio.

O FlexCondo é um sistema que te ajuda cuidar da gestão do condomínio de forma simples e eficiente. Experimente por 7 dias sem compromisso e comprove!

 

post relacionado

0 Comentários

Deixe um comentário